Desenvolvimento do capital humano

A gestão de Desenvolvimento Humano Organizacional da AMAGGI é realizada pelas áreas de Atração e Seleção, Desenvolvimento Organizacional e Educação Corporativa. Seu foco é a atração, o desenvolvimento e a manutenção de talentos, proporcionando condições para que os colaboradores alcancem suas realizações pessoais e profissionais, gerando resultados sustentáveis de negócio.

A AMAGGI considera essas áreas estratégicas, garantindo o desenvolvimento individual e organizacional necessários à perenidade e ao sucesso da companhia.

Atração e Seleção

A área de Atração e Seleção busca garantir a atração de talentos alinhados às estratégias da companhia, auxiliando em seu desenvolvimento e retenção, por meio da aplicação das melhores práticas de mercado em recrutamento e seleção.

Employer Branding
Iniciado há quatro anos, o projeto trabalha a AMAGGI como marca empregadora, utilizando uma avaliação on-line para acessar o ponto de vista do candidato a respeito da seleção. Seu objetivo é atrair para o programa Jovens Talentos pessoas que tenham valores alinhados aos da companhia.

Em 2016, houve mais de 93 mil currículos cadastrados. Foram realizadas seis palestras em universidades de Mato Grosso e outros estados, uma visita técnica de universitários ao Corporativo e uma Feira de Carreira. O público atingido foi de 1.800 acadêmicos de diversos cursos.

Programa Cultivar
Atuando como extensão e aprimoramento da Integração de Novos Colaboradores, o programa realiza o acompanhamento do recém-chegado por um tutor da área, em reuniões com áreas parceiras e treinamentos on-the-job. Em 2016, foram realizadas 525,5 horas de Programa Cultivar com novos colaboradores, e 25,5 horas de capacitação para tutores.

Programa de Integração
Todo colaborador admitido participa do Programa de Integração, que envolve as diversas áreas da empresa, tais como Administração de Pessoal, Atração & Seleção, Sustentabilidade, Controles Internos, Saúde e Segurança Ocupacional, Tecnologia da Informação e Qualidade. O objetivo do programa é transmitir informações sobre o negócio e sobre os direitos e deveres dos novos colaboradores.

Desenvolvimento Organizacional

A área de Desenvolvimento Organizacional atua fortemente na identificação das oportunidades de desenvolvimento e acompanha toda a transformação organizacional, apoiando a qualidade das decisões sobre gestão de pessoas.

Educação Corporativa

A área de Educação Corporativa orienta-se pelo lema “Transformar é o que faz a gente crescer”. Seu objetivo é garantir a cultura de aprendizagem contínua, ao gerir e multiplicar conhecimentos individuais e organizacionais, provendo as competências necessárias para o alcance dos objetivos estratégicos. Para isso, coloca em ação uma série de práticas e ações de desenvolvimento:

Auxílio-Educação
O programa oferece subsídio para custear – entre 10% e 50% – a participação dos colaboradores em cursos de formação técnica ou acadêmica. As inscrições obedecem à divulgação de edital, duas vezes por ano, antes do início do semestre letivo, e são extensivas a toda a organização.

Em 2016, a AMAGGI investiu R$ 478.465,46 no programa, alcançando 134 colaboradores. Nesse mesmo ano, 45 colaboradores se formaram nos cursos custeados pelo programa, e 63 colaboradores vinculados ao Auxílio-Educação foram promovidos.

Trilhas de Formação
Alinhadas ao plano estratégico das áreas de negócio, as Trilhas de Formação são uma ferramenta de desenvolvimento de competências técnicas e comportamentais necessárias para a manutenção e o crescimento das áreas. Seu foco está no aprimoramento do desempenho atual e futuro dos colaboradores.

Treinamentos internos e externos
Com o objetivo de proporcionar novas ferramentas, instrumentos, métodos e formas de pensar, a AMAGGI investe na formação continuada de seus colaboradores, sempre de acordo com a necessidade de melhoria do desempenho e preparação para novos desafios.

Escola de Líderes
Por meio desse programa, a AMAGGI busca assegurar que seus líderes tenham as competências necessárias para executar estratégias e perseguir a perenidade do negócio. A Escola de Líderes pode ser acessada por meio do Assessment, ferramenta que possibilita o autoconhecimento e abre caminho para a participação em todos os módulos do programa.

Escola de Talentos
Voltado aos colaboradores não gestores, o programa visa a promover seu desenvolvimento técnico e comportamental.



Em 2016, a AMAGGI realizou aproximadamente 126 mil horas de treinamento, alcançando 6.773 colaboradores – 87% homens e 13% mulheres –, o que resultou em uma média de 18,64 horas por colaborador. LA9

Para identificar as necessidades de treinamento dos colaboradores, os gestores participam da Escola de Líderes, que oferece ferramentas para identificar demandas de desenvolvimento e tomar decisões. Cada área de negócios planeja e desenvolve seu orçamento de treinamentos com base nos Planos de Desenvolvimento Individual, que permitem acompanhar as necessidades de desenvolvimento, de acordo com os objetivos estratégicos da organização.

Como provedora de metodologias e ferramentas de gestão, a área de Educação Corporativa disponibiliza na intranet um sistema de apoio ao registro e repasse de informações referentes a treinamentos, permitindo seu acompanhamento a partir da biblioteca de temas.

No último ano, a AMAGGI adquiriu o sistema Success Factors, que permite otimizar as informações, integrar os subsistemas de gestão de pessoas, e oportunizar maior protagonismo aos colaboradores, garantindo maior capilaridade das informações, portanto mais liberdade no desenvolvimento. A aquisição do sistema foi um importante passo, e ele agora está em fase final de implantação, com previsão para funcionar em 2017.



Outros programas realizados em 2016:

Implantado em 2014 com o objetivo de desenvolver a gestão do conhecimento entre os colaboradores, ele promove encontros mensais para que um colaborador apresente um tema de congresso ou seminário de que tenha participado.
Projeto implantado em 2015, como continuidade de um trabalho iniciado em 2013, quando a Diretoria de Gente reuniu as lideranças para refletir sobre os valores institucionais, identificando uma coerência entre o que a organização registra e divulga e aquilo que é percebido. Assim, a partir de 2015, começaram a ser organizados encontros entre os executivos e os colaboradores das unidades, nos quais os gestores falam de sua trajetória e comentam os caminhos para os colaboradores se identificarem com a cultura da AMAGGI. Os encontros já foram realizados em diversas localidades, e em 2016 eles ocorreram nas unidades de Cuiabá (Matriz), Itacoatiara (estaleiro e complexo), Porto Velho, Portochuelo, Fazenda Tanguro, Fazenda Vale do Araguaia e Lucas do Rio Verde.
O programa busca possibilitar o autoconhecimento do profissional para sua fluência e bem-estar na realização dos objetivos da AMAGGI; melhorar seu relacionamento e sua comunicação com o gestor, a equipe de trabalho e os pares; e demonstrar autonomia e atitudes protagonistas, entendendo a importância da realização de suas atividades.
Média de horas de treinamento de colaboradores próprios, por categoria funcional LA9
Categoria funcional Número de colaboradores Número de horas Média de horas de treinamento
Conselho 4 0 0
Diretores 12 215,00 17,92
Gestores 415 4.771,00 11,50
Administrativos 984 79.542,00 80,84
Técnicos 67 631,00 9,42
Jovens talentos 14 203,25 14,52
Aprendizes 73 563,00 7,71
Estagiários 7 83,50 11,93
Operacionais 3.418 33.784,75 9,88
Total 4.994 119.793,50 23,99

Obs.: Alguns colaboradores podem passar por mais de um treinamento ao longo do ano. Por isso, ao contabilizar todos os treinamentos, o número de colaboradores treinados aparece como superior ao total de colaboradores da companhia.



Média de horas de treinamento de colaboradores próprios, por gênero LA9
Gênero Número de colaboradores Número de horas Média de horas de treinamento
Masculino 5.914 110.055,80 18,61
Feminino 859 16.181,45 18,84
Total 6.773 126.237,25 18,64

Obs.: Alguns colaboradores podem passar por mais de um treinamento ao longo do ano. Por isso, ao contabilizar todos os treinamentos, o número de colaboradores treinados aparece como superior ao total de colaboradores da companhia.



Média de horas de treinamento de terceiros* LA9
Número de colaboradores Número de horas Média de horas de treinamento
Terceiros 1.779 6.443,75 3,62

* O número de colaboradores terceirizados aqui reportados inclui todos aqueles que passaram por treinamento da AMAGGI, sejam eles fixos ou eventuais – o que influencia diretamente nos resultados numéricos. Por essa razão, pode haver divergência entre os números reportados neste relatório em relação aos anteriormente publicados pela companhia.





Além de contribuir para o desenvolvimento de seu capital humano, a AMAGGI contrata todos os seus colaboradores sob os termos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Oferecendo remunerações superiores ao salário mínimo (R$ 880,00), a companhia tem seu menor salário praticado para homens no valor de R$ 1.150,93, e para mulheres no valor de R$ 1.084,62 – uma proporção de 1,31 (homens) e 1,23 (mulheres) em relação ao salário mínimo nacional. EC5